• menu
  • fechar
  • Lentamente vivendo e morrendo – Por Júnior Rebouças

    Lentamente vivendo e morrendo

     

    Já vinha eu lentamente morrendo

    Mas depois que D. Juju faleceu

    Parece que tudo antecedeu

    A velocidade vem crescendo

     

    Pânico em ir à Natal

    Visitar ente ou amigo

    É isso que acontece comigo

    Não me anima evento social ou virtual

     

    Em pensar não me faz bem

    Degredado anarcoamigoparental

    Interlocução é formal

    Não me aproximo de ninguém

     

    Independente da pandemia

    Já vivia no meu lugar

    Na lida labutar

    Sem irmandade ou cria

     

    Vida é trabalho

    Às 4, alegremente, me início

    Todo dia rabiscar, pensar… é desafio

    Fora desse mundo me atrapalho

     

    Diante de outra devoção

    Ser diretor me leva ao voar e imaginar

    A arte de transmitir, com qualidade comunicar

    Fazendo com amor, intuição, e de coração…

     

    Blog, rádio, estúdio, rabiscos, comunicação

    São da vida os meus prazeres

    Se existem, não sei… outros dizeres

    Até onde ir com tanta pulsação?

     

    Júnior Rebouças, 31/08/2020, 21 horas, Alpendre Marginal, São José de Mipibu

    por manoelrebjr

    Nenhum comentário

    Seja o primeiro a comentar o tópico.

    Entre na discussão!

    Fique tranquilo, seu email está seguro.