• menu
  • fechar
  • A aurora, o dia, a tardinha, a boca da noite, a noite e a traição da lua – Por Júnior Rebouças

    A aurora, o dia, a tardinha, a boca da noite, a noite e a traição da lua

     

    Quando a aurora chega se alegrando

    A madrugada sai triste, lamentando, pra imensidão

    O sol invade o dia com claridão

    Depois à tardinha vai se entregando

     

    Agora entristecido sem calor

    Energia ou luz

    Se curva à boca da noite, que à saída o conduz

    E o clarão é engolido sem pudor

     

    Nessa transição

    Do poente vem a vermelhidão

    Anunciando a chegada da noitada

     

    A escuridão imponente então se instala

    Entretanto, lentamente, a lua cheia chega chegando clara

    E trai a noite, impiedosamente, com o reflexo de luz, do sol, prateada

     

    Júnior Rebouças, 02/09/2020, Alpendre Marginal, São José de Mipibu

    por manoelrebjr

    Nenhum comentário

    Seja o primeiro a comentar o tópico.

    Entre na discussão!

    Fique tranquilo, seu email está seguro.